Entrevista

No dia 31 de Julho de 2016 estaremos a testemunhar as ordenações diaconais e presbiterais dos irmãos Dionísio Kassindula Tchiamuene,sdb; Nelson André Quissungo, sdb;  Edilson do Rosário e Nunes Ndumba, também salesianos. Por este motivo, trazemos-lhe um dos candidatos ao sacerdócio: Edilson de Palma (E.P).

Nascido aos 9 de Maio de 1984, filho de Moisés António de Palma e de Maria Júlia Caetano, último de 7 irmãos. Conta-nos que encantou-se fortemente com o carisma salesiano, ao frequentar um grupo na paróquia de São Paulo, denominado ADS (Amigos de Domingos Sávio). Dali ingressou para os salesianos cumprindo com êxito a etapa formativa e posteriormente os estudos filosóficos e teologais. Hoje conta-nos sua motivação para entrar na congregação, sua escolha por ela e muito mais...

E.P: A minha motivação inicial é muito ligada a «um milagre» que minha família é testemunha; minha sobrinha que hoje tem 17 anos caíu do 7ºandar do prédio aonde residem os meus pais, na época ela tinha apenas 4 anos e hoje é uma jovem linda, inteligente e amiga de Deus (eu pedi a Deus a vida dela em troca da minha e que eu me consagraria a ELE para sempre). Na verdade a resposta é bem simples «eu não conhecia nenhuma outra congregação na época». Mas não me arrependo da escolha feita, pois a diversidade de congregações ajuda-nos a continuar fiéis na nossa opção.

Domboscoangola: Será ordenado em ano de Jornada e por conseguinte no mesmo mês. Diz-lhe alguma coisa?

E.P: Com toda a sinceridade diz muito. E sobretudo que Deus me chama a continuar ao serviço dos jovens, que querem como eu, servir unicamente ao Cristo «Amigo fiél e próximo».

Domboscoangola: Que contributo dará à Congregação?

E.P: Uma pergunta meio difícil; mas dizer que continuarei a empenhar-me para dar tudo de mim e fazer o melhor, naquilo que me for proposto a fazer, como: dando aulas, sendo catequista, orientador espiritual..., o lema é «servir sempre» sem deixar o desânimo, ou a falta de coragem se aproximarem do meu coração.

Domboscoangola: Qual o convite a fazer aos jovens desta nova era?

E.P: Eu também pertenço a esta nova era. Mais dizer que todos podemos contribuir para o crescimento do Reino de Deus, pois Ele nos chama a todos, cada um no seu estado de vida (leigos, consagrados, padres, irmãos ou bispos), todos devem dar o melhor de si para que o «Reino de paz e de justiça, de amor e de perdão seja uma realidade nos nossos dias». Jovens não tenham medo de servir ao Autor da Vida, pois Ele é a fonte de todas as graças...(Papa João Paulo II).

Domboscoangola: Como jovem em preparação ao sacerdócio o que lhe apraz dizer a outros jovens peregrinos que rumam para a jmj?

E.P: Repito: «Jovens não tenham medo, de ser testemunhas radicais do amor infinito e misericordioso de Deus, num mundo cheio de injustiça, ódio e opressão, pois a força do amor pode tudo vencer». Coragem, Deus é por nós!

Por domboscoangola.org: Engrácia Gomes

edilson sdb.png