300 vozes acolherão jovens na jmj cracóvia

O coral da Jornada Mundial da Juventude Cracóvia 2016 está trabalhando desde setembro de 2013. Nos últimos 2 anos, músicos e cantores enviaram suas inscrições manifestando o desejo de participar do coral principal dos Atos Centrais em julho de 2016.

Das 2 mil inscrições recebidas, e após várias rodadas de entrevistas, 300 pessoas foram selecionadas para integrar o coral.

Durante as audições, a Comissão levou em consideração as condições vocais, prévia experiência musical, formação acadêmica e atividade musical realizada pelo candidato.

Uma equipe especial de músicos, junto com o Departamento dos Atos Centrais do Comitê Organizador Local, está encarregada dos arranjos musicais da JMJ.

Uma orquestra participará dos eventos em julho, e junto com o coral irá compor a liturgia. O grupo é formado principalmente por estudantes de academias de música e graduandos de escolas secundárias com orientação musical.

Os ensaios regulares do coral estão acontecendo há dois meses em Łagiewniki, onde os cantores e maestros trabalham o repertório de julho. Em junho, a orquestra irá juntar-se também ao coral. O programa incluirá tanto obras do repertório tradicional polonês e internacional, quanto obras compostas especialmente para a JMJ Cracóvia 2016.

Veja algumas das obras: MisericordiasDomini i Deus Caritas de HenrykJan Botor; Nie lękajcie się de PiotrPałka; Jezu ufam Tobie do Pe. Wojciech Kałamarz, Adorote Devote, Jesus Christ you are my life, Emmanuel, Abba Ojcze, Misericordias Sicut Pater, Aprite le porte a Cristo, AwesomeGod, Hosanna, Cała ziemio wołaj, Oto są baranki młode do Pe.Wojciech Kałamarz; entre outras. Haverá também composições populares do evento Lednica 2000, tais como: Ojciec, Tak tak Panie, Nasze Oczekiwanie e Jezu ufam Tobie.

“O objetivo dos preparativos é ajudar os jovens que participam da JMJ a viver um verdadeiro encontro com Cristo e com Cristo em seus irmãos”, diz o texto no site oficial da JMJ 2016.

O coral da Jornada Mundial da Juventude Cracóvia 2016 apresentou-se pela primeira vez em público no dia 8 de maio, na festividade em honra a São Estanislau, em Cracóvia. Nessa ocasião, interpretou, entre outras obras, a Missa Ioannis Pauli Secundi (A Missa de São João Paulo II), escrita por Henryk Jan Botor, por ocasião do 6º aniversário do falecimento do Papa polonês.

300vozes.png