FALECIMENTO DO IRMÃO SALESIANO - NÚNCIO OSVALDO RANDISI

Os «Salesianos de D. Bosco» em Angola comunicam a todas as Comunidades eclesiais o falecimento do irmão coadjutor salesiano NÚNCIO OSVALDO RANDISI.

O irmão Núncio nasceu aos 5 de agosto de 1939 na cidade de Paraná - Entre Rios, na Argentina. Seus pais foram o Sr. Salvador Randisi, já falecido, e Da. Rosa Maria Glória, ainda em vida. É o primeiro de seis filhos, dois rapazes e quatro meninas. O outro irmão é também missionário aqui em Angola; é o irmão Andrés Randisi. Uma irmã é consagrada entre as Voluntárias de D. Bosco.

Foi crescendo numa família profundamente cristã, acompanhado no seu desenvolvimento pelo carinho, pelas atenções e pelas orientações também de um tio sacerdote diocesano. Foi baptizado no dia seguinte ao nascimento e fez a Primeira Comunhão no dia de Natal de 1946. Desde pequeno conheceu os salesianos. Fez os estudos primários na Escola Dom Bosco de Paraná. Ingressa no aspirantado salesiano em 1952 e fica atraído pela figura do irmão religioso salesiano, dedicado à educação e ao ensino nas escolas de formação profissional. Formou-se como Técnico electromecánico, e estudou também carpintaria e ebanista, completando seus estudos na Escola Técnica de San Isidro-Buenos.

Professou como salesianos no dia 03 de fevereiro de 1962 e fez sua profissão perpétua em 1968 na cidade de Rosário, Argentina. Trabalha em diversas obras salesianas de Orientação Profissional: Rosário, Formosa, Santa Fe, Posadas.

Tendo visitado o irmão André, missionário em Angola, decidiu também ele pedir aos superiores de partilhar a vida missionária. Assim em 1998 chega em Angola para ajudar nos Centros Profissionais. Várias foram as comunidades em que viveu e onde em geral também ocupou o cargo de administrador: Calulo, Dondo, Palanca, Lixeira. Seus traços característicos foram sem dúvida a obediência e a capacidade de estar a serviço dos outros.

Ultimamente manifestara uns distúrbios no fígado. Tratou-se na Argentina e recuperara as forças físicas. Nestes últimos dias a indisposição voltou e isto o levou a realizar vários exames no hospital da Divina Providência. Na manhã do dia 18 de fevereiro foi internado. Não valeram os esforços médicos e medicamentosos. Pelas 20.30 h do dia 19 de fevereiro, veio a falecer.

A missa de 7º dia será no dia 27 de Fevereiro, na paróquia de São José (Lixeira), pelas 18hs.

 

Ir. Núncio.png