Evangelho é estar ao lado dos pobres

Esta é a linha do evangelho que deve ser defendida e vivenciada, nesta perspectiva o Papa Francisco falou nesta 3ª feira (28/10/2014) para os movimentos populares no encontro que decorreu numa das salas do Vaticano. O discurso do Papa centrou-se em 3 pontos que considerou com um “direito sagrado” que todos devem por dignidade ter: Terra, Tecto e Trabalho.

Quanto as terras, dirigindo-se aos camponeses, o papa preocupou-se com o abandono que esta camada tem que fazer por motivo das guerras e dos desastres naturais e, como consequência há muitas famílias a morrerem de fome: “ É um crime que milhões de pessoas padeçam de fome, enquanto a especulação financeira condiciona o preço dos alimentos como qualquer outra mercadoria”.

Sobre o tecto disse o pontífice “vivemos em cidades imensas que se mostram modernas, orgulhosas e vaidosas. Cidades que oferecem numerosos lugares para uma minoria feliz e, porém negam a casa de milhares de nossos vizinhos incluindo crianças”

E, finalmente quanto ao trabalho, o actual sucessor de Pedro lamentou “não existe uma pobreza material pior do que a que não permite ganhar o pão e priva da dignidade do trabalho”.

 Fonte: http//: www.radiovaticana.va

 

PP E POBR.png